Dicas para escolher o menu ideal para o seu casamento

Com os pratos e bebidas certos, é possível fazer do Grande Dia uma experiência gastronômica para os seus convidados. Saiba o que e como servir para tornar o meu ideal para o seu casamento!

Degustar diferentes preparações culinárias para o menu do casamento, comer muitos docinhos sem precisar sentir culpa e experimentar diversas opções de bebida até decidir qual será o cardápio do Grande Dia é, sem dúvida, uma das partes mais gostosas da organização do casamento.

Mas é preciso que seja feita com cuidado e atenção. Afinal, um dos fatores que contribui para o sucesso da festa e garante que os convidados sintam vontade de aproveitá-la até o último segundo é a seleção de comidas e bebidas.

Com o mundo cada vez mais “gourmetizado”, é interessante ter comidinhas diferenciadas em louças que chamem a atenção dos convidados. Primeiro, comemos com os olhos, depois vem o olfato e, por último, o paladar. Por isso, causar impacto e proporcionar uma experiência gastronômica são nossos principais objetivos.

buffet para casamento
Foto: Divulgação Nani Bernardo Gastronomia

Para alcançar esses objetivos, é fundamental que o menu e a forma como será servido sejam compatíveis com o perfil dos noivos e convidados, para que se sintam à vontade. Além, claro, de combinarem com o estilo da cerimônia, o horário e o local em que irá acontecer.

Querem deixar os convidados com água na boca e pedindo mais no dia da festa? Descubram o que levar em conta durante a escolha do menu!

Considere o estilo da cerimônia

Se vocês vão se casar na praia, é indicado que o cardápio seja variado, informal e servido por mais tempo, já que esse tipo de festa pode durar até 10 horas. Uma boa pedida nesses casos são as finger foods, preparações para comer com as mãos. Casamentos em fazenda também costumam se estender, logo organizar um coquetel servido de almoço ou jantar e contar com ilhas gastronômicas é fundamental para garantir que os convidados sobrevivam a tantas horas de festa.

aperitivos para casamento
Foto: Divulgação Nani Bernardo Gastronomia
aperitivos menu do casamento
Foto: Divulgação Nani Bernardo Gastronomia

Celebrações diurnas pedem um cardápio leve, como um delicioso brunch ou o tradicional coquetel seguido de almoço; durante à noite, o coquetel pode ser seguido de jantar. Independentemente do horário, o serviço pode ser empratado (os convidados são servidos à mesa) ou franco-americano (os convidados se servem à vontade em réchauds).

festa de casamento buffet
Créditos: Nilson Versatti (Serviço de buffet Opção A Gastronomia e Eventos)
mesa de convidados de casamento
Créditos: Nilson Versatti (Serviço de buffet Opção A Gastronomia e Eventos)

Mais uma opção é o estilo menu degustação, em que os presentes podem experimentar mini porções de cerca de 20 pratos diferentes servidas em panelinhas, cumbucas e tacinhas. Esse tipo de serviço é indicado para celebrações menos tradicionais e com até 350 convidados.

menu degustação casamento
Foto: Divulgação Nani Bernardo Gastronomia
finger food casamento
Foto: Divulgação Nani Bernardo Gastronomia

Deixe os convidados à vontade

Os noivos que não estão com o orçamento limitado também podem investir em ilhas, principalmente se o evento terá muitos convidados e longa duração – mais de seis horas. Isso porque elas proporcionam movimento à festa e conforto aos convidados, já que ficam à disposição durante todo o tempo de coquetel. Mas não são indispensáveis. Então, se o budget de vocês estiver justinho, descartem a opção.

mesa degustação convidados
Créditos: Henrique Peron (Serviço de buffet Saint Morit’s Buffet)

As ilhas complementam bem os serviços franco-americano e menu degustação. No empratado, em que os convidados devem permanecer sentados para que o serviço funcione conforme o planejado, elas não são uma boa opção.

jantar para casamento
Créditos: Henrique Peron (Serviço de buffet Saint Morit’s Buffet)
jantar empratado para casamento
Créditos: Henrique Peron (Serviço de buffet Saint Morit’s Buffet)
Jantar com frango para casamento
Créditos: Henrique Peron (Serviço de buffet Saint Morit’s Buffet)

Pense no gosto dos convidados

Além de considerar o tipo de comida que apreciam, a estação do ano, o horário e o estilo do evento, os pombinhos devem levar em conta as restrições alimentares que os convidados podem ter e contar com um cardápio que contenha opções vegetarianas, carnes, aves e peixes. Sem contar a salada, as guarnições, a massa e a sobremesa.

jantar de saladas casamento

Créditos: Henrique Peron (Serviço de buffet Saint Morit’s Buffet) 

buffet com camarão para casamento
Foto: Divulgação Nani Bernardo Gastronomia
buffet para casamento
Foto: Divulgação Nani Bernardo Gastronomia

Os itens que têm chamado a atenção dos noivos são o Blody Mary com camarão picante, a crostata de banana com carne-seca e lascas de queijo meia-cura, o raviolone integral de borsin ao bechamel com pesto, o risotinho de aspargos com lascas de abadejo e limão-siciliano e a merengata de mousse de limão-siciliano com morango e calda de frutas vermelhas. Mas há uma infinidade de outras opções para o casal escolher.

degustação camarão
Blody Mary com camarão picante
Créditos: Danilo Maximo (Serviço de buffet Opção A Gastronomia e Eventos)
buffet de massa para casamento
Raviolone integral de borsin ao bechamel com pesto
Créditos: Danilo Maximo (Serviço de buffet Opção A Gastronomia e Eventos)
risoto com camarão menu do casamento
Risotinho de aspargos com lascas de abadejo e limão-siciliano
Créditos: Danilo Maximo (Serviço de buffet Opção A Gastronomia e Eventos)
sobremesa com merengue para casamento
Merengata de mousse de limão-siciliano com morango e calda de frutas vermelhas
Créditos: Danilo Maximo (Serviço de buffet Opção A Gastronomia e Eventos)

Conte com diversidade de bebidas

Assim como as comidinhas, as bebidas são importantes e devem ser disponibilizadas em variedade para os convidados. Espumante, whisky, vinho tinto e branco, cerveja, refrigerante, sucos variados – de preferência naturais – e água com e sem gás não podem faltar. E se o orçamento permitir, apostar em um bar de caipirinhas ou drinks é interessante, pois garante mais diversidade aos convidados.

mesa de sucos e águas aromatizadas para casamento
Foto: Divulgação Nani Bernardo Gastronomia

Vale lembrar que cada bebida tem temperatura e copo ideais para ser servida. Em festas mais informais, por exemplo, é válido contar com um ponto de cerveja para os garçons auxiliarem os convidados a abrirem suas long necks. O whisky, os vinhos e o espumante, por sua vez, devem ser servidos individualmente pelos garçons nas taças ou copos dos convidados.

Invista no serviço de RSVP

Após decidir o que e como servir, é indispensável fechar o serviço de buffet para a quantidade certa de convidados. Os buffets contam com um sistema que calcula a quantia ideal de comida por pessoa com uma margem individual de segurança de 10%, para não haver riscos de faltar alimentos, conforme explicam os especialistas.

Mas para vocês não contratarem o serviço para um número de convidados muito superior ao que comparecerá à festa, o conselho de Renata é fechar o buffet para menos pessoas, mas o mais próximo possível da quantia estimada de participantes. Além de contratar o serviço de confirmação de presença RSVP (Réspondez S’il Vous Plait – responda por favor, em tradução livre), assim caso precisem aumentar o número, é possível em até 15 dias antes da festa.

churros para casamento

Veja também:

Frases para gravar nas alianças do casamento

Como montar a mesa de doces perfeita

Decoração de casamento no estilo receber em casa

Como escolher o bolo de casamento perfeito

Maneiras diferentes de servir macaron no casamento

Ideias de embalagens para o bem-casado

Artigos Relacionados

Comentários