Lejour promove casamento coletivo para três casais

A Lejour promoveu um casamento coletivo para 3 casais apaixonados! Confira os detalhe, a escolha dos noivos e muito mais!

Já pensou em ganhar um casamento completo, com direito a espaço, vestido, buffet, celebrante e músicos? Foi exatamente isso que a plataforma de casamentos Lejour promoveu para três casais, um casamento coletivo. E sabe como que foram escolhidos? Através de um concurso.

O casamento coletivo aconteceu no dia 08 de dezembro de 2021, no Espaço Pais e Filhos, em Itapecerica da Serra (SP).

Casal brinda em casamento coletivo
Concurso da Lejour foi lançado através do Instagram. Crédito: Pés Descalços.

“Nós, da Lejour, queríamos realizar uma ação social para mudar, de alguma forma, a vida das pessoas. Sobretudo, foi então que começamos a pensar em ações diretamente ligadas ao mercado de casamentos. Consequentemente, considerando que muitos casais tiveram que adiar ou cancelar seus sonhos de subir ao altar durante a pandemia, pensamos em proporcionar um dia especial para estas pessoas. Como temos uma base grande de fornecedores parceiros, vimos uma oportunidade  de transformar a vida das pessoas e, ao mesmo tempo, ajudar os profissionais parceiros a terem em seu portfólio um lindo casamento para divulgar”, explica Sabrina Araújo, analista de marketing da Lejour.

Concurso & Seleção dos noivos para casamento coletivo

Primeiramente, o concurso “Todo Amor Merece ser Celebrado” foi lançado através do Instagram, com um formulário de inscrição para os casais enviarem suas histórias e concorrerem a um micro Wedding gratuito. Posteriormente, o time de cultura da Lejour se reuniu e leu as histórias de todos os casais que completaram a inscrição.

“Assim, reunimos nosso time para a leitura de todas as histórias enviadas. Definitivamente, todas foram lidas com muito carinho e atenção a cada detalhe. Dessa forma, as três escolhidas foram histórias que contaram alguma superação e que nos impactaram de forma muito emocionante”, afirma a assessora de casamentos Luiza Perez.

banner calculadora de casamento Lejour

O grande dia do casamento coletivo

No dia 08 de dezembro, os três micro weddings foram celebrados no Espaço Pais & Filhos, em Itapecerica da Serra. Nesta data, 13 empresas trabalharam de forma gratuita para realizar o sonho destes casais.

Decoração da mesa de doces do casamento coletivo
13 fornecedores trabalharam de forma gratuita para realizar o sonho dos casais. Crédito: Pés Descalços.

Segundo Robson Rodrigues de Almeida, proprietário do Espaço Pais & Filhos, este tipo de iniciativa ajuda quem está com dificuldade ao mesmo tempo em que gera credibilidade para os fornecedores de casamento.

“Em outras palavras, esta não é a primeira vez que participamos de uma iniciativa como esta. Em outra ocasião em que fizemos algo neste sentido, fechamos alguns casamentos na sequência, decorrentes da divulgação. Do mesmo modo, com este tipo de ação, um parceiro ajuda o outro e, como resultado, ainda fortalece a marca. Acima de tudo, ao disponibilizar um evento destes como cortesia é sinal de que você está preparado para fazer um evento pago. E ainda, simultaneamente, pudemos ajudar estes casais que tiveram problemas com a organização do casamento durante a pandemia”, declara Almeida.

A chef Sandra Romansini, por sua vez, acredita que para os fornecedores do ramo de eventos é de suma importância olhar para as pessoas que não tem condições e sempre tiveram o sonho de casar.

“Sob o mesmo ponto de vista, é gratificante para o nosso dia a dia ajudar alguém. Não só como profissional, mas se colocar no lugar das pessoas. Ainda mais que todos nós, de alguma forma, temos um sonho. E poder realizá-lo, da forma que for, é um objetivo que todo mundo tem. Nesse sentido, fazer parte desta ação que transforma a vida das pessoas é importantíssimo para nós e mostra nosso lado humano também”, destaca Sandra.

Vestido da noiva em casamento coletivo
Evento também ajuda a fortalecer o mercado de eventos. Crédito: Pés Descalços.

A celebração

Já o celebrante Daniel Santos aceitou o desafio de celebrar três casamentos em um dia. Para ele, a principal razão por ter se dedicado a este projeto é o fato de que não celebra casamentos somente pelo dinheiro, mas sim por um propósito de vida.

“Dessa forma, acredito que o meu trabalho traz mensagens de paz, amor e alegria que podem fazer deste mundo um lugar melhor. Quando eu soube da iniciativa, eu decidi participar e contribuir com a celebração desse dia especial! Em suma, poder ajudar pessoas a realizarem esse sonho não tem preço, mostra o verdadeiro propósito e valores de quem participou desses casamentos, fazendo por amor ao próximo”, pontua.

Luiza, responsável pela organização do grande dia, concorda com o pensamento do celebrante:

“Em síntese, trabalhamos com sonhos, e depois de um período muito desafiador para nosso mercado, nada melhor do que aproveitar essa retomada dos eventos trazendo histórias de casais e unindo parceiros para realizar um evento que inspire outros noivos”.

Casamento coletivo 01: Andreia & Kleber

Andreia Faganello, que trabalha como Recursos Humanos, conheceu seu marido, Kleber Rodrigues Vieira, técnico previdenciário, pela internet.

“Primeiramente, começamos uma amizade muito sincera, eu era a confidente dele. Aos poucos, o sentimento foi mudando e quando vimos….já era”, conta.

Depois de conhecerem as respectivas famílias, o namoro começou em 2005 e eles assumiram um compromisso em 2006. Dois anos depois, nasceu a filha do casal, que hoje tem 13 anos.

De antemão, Andreia descobriu o concurso por meio do Instagram e, como eles já haviam comentado sobre casar no civil, achou que era uma boa ideia – mas, jamais imaginou que seria a vencedora. Por outro lado, Kleber nem sabia de nada – ele só foi descobrir quando saiu o resultado.

Casal brinda ao amor com espumante
Andreia se inscreveu no concurso da Lejour sem Kleber saber. Crédito: Pés Descalços.

“Em primeiro lugar, foi uma enorme surpresa. Quando vi a marcação que tinha ganhado, corri para acordá-lo e contei.  Em seguida, ele sentou na cama todo espantado, meio dormindo, não entendendo nada, enquanto nossa filha vibrava de felicidade”, lembra Andreia.

Por ser o primeiro casamento coletivo do dia, a expectativa era muito grande.

“A princípio, tínhamos receio de fazer e não dar certo ou de não atender às expectativas. No final, eles ficaram muito felizes e emocionados com a cerimônia. Sobretudo, vimos no rostinho deles a alegria de estar ali e dos familiares. Isso tem um pouco a ver com a questão da pandemia, uma vez que o Kleber teve Covid e foi uma situação mais delicada. Portanto, reunir a família após superar esta dificuldade acaba mexendo um pouco com a gente”, explica Luiza.  

Casal corta o bolo em casamento
Andreia e Kleber sentiram o empenho e carinho da equipe em todos os detalhes. Crédito: Pés Descalços.

Pós-casamento

Após o grande dia, o casal estava em êxtase.

“Desde já posso dizer que foi uma sensação única, que vou guardar pro resto da minha vida. Palavras me faltam para agradecer à Lejour e a todos os fornecedores por ter nos proporcionado esse momento incrível, que era um sonho antigo. Dessa forma, estamos até agora anestesiados com a experiência, foi tudo perfeito, de altíssima qualidade e fomos tratados de uma forma muito carinhosa. Inclusive, a data foi mudada para o dia em que comemoramos bodas de cristal”, afirma Andreia.

Já Kleber conta que superou em tudo suas expectativas.

“Desde os primeiros contatos por parte da Luiza, da Lejour, é claro que fiquei apreensivo, afinal eram poucos dias para o evento. No entanto, ao conhecermos os fornecedores, a ansiedade foi diminuindo – em cada contato, uma surpresa agradável. Verdadeiramente senti o empenho e o carinho em cada detalhe”, destaca.

banner checklist da noiva

Casamento coletivo 02: Camilla & Simone

A Simone e a Camilla se conheceram no trabalho. Imediatamente, quando se cumprimentaram pela primeira vez, as duas sentiram um choque.

“Definitivamente, isso nos faz acreditar em cupido que lançou sua flecha assim que elas se tocaram”, conta Santos.

Noivas em casamento produzido pela Lejour
Camilla e Simone se conheceram no trabalho e estão juntas há sete anos. Crédito: Pés Descalços.

Por ser um amor do mesmo sexo, e, no ambiente de trabalho, tiveram que tomar todo cuidado possível, para poderem se declarar uma à outra.

“Por fim, deu certo, elas não reprimiram seus sentimentos e já estão juntas há sete anos”, conclui Santos.

Noiva beijando a aliança na cerimônia do casamento coletivo
Camilla e Simone tiveram de lutar pela aceitação do relacionamento. Crédito: Pés Descalços.

Sobretudo, a história delas passou por dificuldades também.

“Primeiramente, a família da Camilla tinha dificuldades em aceitar a relação. Na primeira reunião que tivemos, elas já mencionaram que o pai da Camilla provavelmente não entraria com ela ou até mesmo se ele iria. No dia, ele foi, na hora que abrimos a porta e ele estava esperando por ela, a expressão dele mudou. Como resultado, a cerimônia foi extremamente emocionante e a filha da Camilla ficou bastante comovida”, conta Luiza.

Após a cerimônia, Luiza conta que a Simone veio falar com ela e agradeceu muito.

“Desse modo, uma das coisas mais marcantes que ela me disse foi: ‘hoje eu saio daqui com uma família. Eu sempre sofri muito preconceito, me assumir foi difícil’. Dessa forma, ela sentiu que não estava mais sozinha”, explica. Luiza.

Casamento coletivo 03:  Nayria & Wellignton

Primeiramente, a Nayria e o Wellignton se conheceram em um buffet em que trabalhavam como monitores dos brinquedos. No entanto, o começo da relação foi um pouco conturbado, uma vez que a família de Nayria não aprovava o namoro.

Noivos se beijam na celebração do casamento coletivo
Nayria e Wellignton namoraram escondidos pela não-aceitação da família. Crédito: Pés Descalços.

Nesse sentido, eles começaram a namorar em 2014 e, em 2016, Nayria foi morar Wellignton após uma discussão em família. Desde então, estão morando juntos. Desse modo, o pedido de casamento veio em 2019, quando Wellignton fez um vídeo surpresa com a ajuda de suas irmãs.

Noivos saindo da cerimônia de casamento coletivo
O casal ficou extremamente ansioso aguardando o resultado do concurso. Crédito: Pés Descalços.

Primeiramente, o casal ficou sabendo do concurso através de Camilla, a outra vencedora.

“No trabalho, ela me perguntou se eu tinha o sonho de casar na igreja, de noiva. Então ela me contou do concurso que a Lejour estava divulgando. Logo, eu adorei, já que eu sempre tive esse sonho, e me inscrevi. Inicialmente, o Wellington entendeu muito bem, ficou um pouco confuso, mas me apoiou”, revela Nayria.

Nos dias que se seguiram, a ansiedade foi grande.

“No dia da divulgação, fiquei muito ansiosa. Dessa forma, entrava no Instagram da Lejour a cada meia hora pra ver se tinha alguma novidade. Quando o resultado saiu, eu estava no salão de cabeleireiro com minha mãe. Então o Wellington fez uma vídeo-chamada e contou a novidade. Nossa comemoração foi de muita gritaria e felicidade”, lembra Nayria.

Fornecedores

Espaço: Pai e filhos | Buffet: Sandra Romancini | Vestido: Bia Wong | Traje do noivo: Black Tie | Decoração e buquê: Michele Oliveira Eventos | Coral: Mayra Cristo | Cabelo e make: Marina Ribeiro | Celebrante: Daniel Santos | Música /DJ para cerimônia: Vinikau Produções | Foto: Pés descalços | Vídeo: Prezoto Films | Assessoria: Luiza Perez Assessoria | Bolo de Cenográfico: Michele Oliveira Eventos | Acessório da noiva: Marina Ribeiro | Doces finos: Claudia Ribeiro

Sobre a Lejour

Por fim, a Lejour é a uma plataforma que auxilia os casais a encontrar e contratar os melhores fornecedores para o casamento, além de calcular os gastos da festa.

banner painel Lejour

Veja também:

Cotas de lua de mel no site de casamento, como funcionam?

Descubra qual site de casamento grátis é o melhor

Lista de presente de casamento | Tudo que você precisa saber para criar a sua

Share:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Leia mais

Posts Relacionados