Como organizar um destination wedding

O conceito de destination wedding vem ganhando cada vez mais espaço no universo das noivas

3 Fotos

O conceito de destination wedding vem ganhando cada vez mais espaço no universo das noivas por proporcionar cerimônias em lugares inesquecíveis, dentro e fora do Brasil.

Fotos produzidas na paisagem e uma boa experiência para os convidados também fazem parte do pacote. Mas o sonho de se casar em outra cidade requer planejamento e organização.

Além da escolha do destino, que varia entre praia, campo, castelo e montanha, a quantidade de pessoas e a disponibilidade dos fornecedores também influenciam nas decisões.

A viagem da troca de alianças pode até começar com uma festa de boas-vindas e acabar em um brunch no dia seguinte ao “sim”, tudo vai depender do bolso do casal.

Veja dicas para organizar o casamento longe de casa:

destination wedding

Colocar tudo no papel

A viagem deve ser programada com antecedência de um ano. É tempo suficiente para reservar datas, conhecer fornecedores, encontrar sua produção de beleza e ainda ter confirmação dos convidados que estarão presente.


Quantidade de convidados

A lista é mais reduzida em casos de destination wedding. Mesmo que os noivos contribuam com os gastos, como translado e hospedagem, algumas pessoas não poderão se deslocar até o destino. É uma questão delicada que depende de condição financeira. O número de pessoas pode ser ainda menor se cada convidado pagar a sua viagem, mas familiares e pessoas queridas vão se esforçar pela presença no dia. Vale lembrar que hoteis oferecem desconto para grupos maiores e também centralizar os convidados em um único local facilita o deslocamento. O save the date e o RSVP são fundamentais neste caso.

destination wedding
Lembrancinhas Cadô Presentes. Gostou? entre em contato pelo nosso chat

Escolhendo o destino

A escolha do destino tem relação direta com o clima da região. Já pensou escolher um mês de nevasca cobrindo a paisagem? E uma temporada de tempestades com a festa a céu aberto? Praia, campo, montanha, vinícola ou castelo. O importante é se informar sobre a temperatura na data escolhida e ter um plano B. Pode ser uma cobertura na área externa, um salão em que todos possam se abrigar ou até remanejar o horário da cerimônia para garantir um tempo mais aberto. Os convidados vão de avião ou de carro? Tem hospedagem suficiente para todos? É preciso passaporte em dia?


Fornecedores

Encontrar bons fornecedores exige muita pesquisa. O local escolhido pode sugerir indicações de parceiros, mas é aconselhável buscar informações e avaliações antes de fechar o contrato. Confirme se todos serviços estão inclusos ou se será preciso levar alguma empresa de fora, essa opção encarece com o frete. Lembrando que em outros países o processo pode ser diferente. Faça o possível para conhecer, degustar e tomar decisões pessoalmente. Não abra mão da assessoria da cerimônia, é um custo a mais, mas a garantia que tudo vai ficar em ordem.

Dinheiro no bolso

Realizar um sonho e oferecer uma experiência agradável aos convidados pode custar caro. É preciso planejar os gastos do casamento desde o princípio, ainda mais se ele for distante de casa ou no exterior. Além de todos os custos básicos de uma festa comum, é preciso incluir passagem, hospedagem e translado. É o preço para conhecer lugares novos, ter belas fotos na memória e dividir esse momento com pessoas especiais.

Se a grana for curta, depois de tudo planejado faça um balanço para saber onde economizar, podendo ser nos fornecedores, reduzindo os dias de viagem ou aproveitando promoções de passagem aéreas. Vale investir em lembrancinhas que façam os convidados pensarem do seu dia especial. Valorize quem foi ao seu encontro.

Texto: Andrea Giusti

Veja também:

Frases para gravar nas alianças do casamento

Como montar a mesa de doces perfeita

Decoração de casamento no estilo receber em casa

Como escolher o bolo de casamento perfeito

Maneiras diferentes de servir macaron no casamento

Ideias de embalagens para o bem-casado

Artigos Relacionados

Comentários